Um fandango ensaiadinho

from by B Fachada

/

lyrics

No meio da cambada fura
Muita parra pouca dura
Há que dizê-lo: haja fartura
e quanta variedade cultural
Em plena fase bera
vê que santa primavera
Enquanto o sol prospera
bota grelha e sementeira no quintal

Sapateiras e tunas
a brincar nas dunas
Quem é que fica à tona
só a bruxa e a matrona
Passo mal e o mal que não morda
Não ponho peixe na açorda
Pára e escuta
mais um rabo para a labuta


Para lá da portela pula
Os states são uma loucura
Surf poetas falo e chula
há sempre mais alguém para comprar
A pátria num barco à vela
é vê-la agora quem fica nela
Sete cães a cada trela
sobram seis sem mão a mandar

E esta modinha brusca
da cantiguinha patusca
Dá-se o mindinho
e a populaça puxa puxa
Manter a compostura
eu sei que facilita a leitura
É o mesmo abraço
com mais coca e mais cagaço


Uma na lapela
outra do barril
Duas na tigela
bagaço por funil
Foi por culpa dela
sozinha no desfile
Gritavam das janelas:
nem janeiras quanto mais abril


De caminha à manta-rota
lê-se a literatura toda
Três pintoras coisa pouca
Iscas e pastéis vamos embora
Nem se pratica a morena
Somos todos iguais é a cena
Solução que põe outro problema
e assim por aí fora

Deu-se o tempo
Deu-se o cabelo ao vento
Deram-se aos filhos as mamadas
e aos crescidos deu-se o alimento
Pelo menos
enquanto formos pequenos
Temos muito mais sabor
como as laranjas que esprememos



O bem que não fazia em meu lugar
uma banda para tocar o vira
Um fandango ensaiadinho ia bombar
Quantas taças cheias ao luar
e ninguém a trabalhar a lira
Um fandango ensaiadinho vou te contar
o bem que não fazia em meu lugar

credits

from B Fachada, released July 29, 2014

tags

license

all rights reserved

about

B Fachada Portugal

contact / help

Contact B Fachada

Streaming and
Download help

Redeem code